Casa de noti%cc%81cias agosto

Compre casa

SAÚDE

Procura pela vacina contra a gripe é intensa nas unidades de saúde

Jardim Porto Alegre, Pancera, Coopagro, Maracanã e Centro são as unidades com maior demanda pelas vacinas

18/04/2017 - 16:27

  • Vacina%c3%a7%c3%a3o da gripe carlos rodrigues 03

    Foto: Arquivo/SeCom/Carlos Rodrigues

Teve início nessa segunda-feira (17) a campanha de vacinação contra a influenza, vírus que causa a gripe. A procura pelas doses nas unidades de saúde de Toledo tem sido grande. Segundo a Vigilância Epidemiológica do município, as vacinas entregues na última semana já precisaram ser repostas em todas as unidades.

O número total ainda não foi contabilizado no sistema, mas as reposições demonstram uma procura intensa pelas vacinas. Jardim Porto Alegre, Pancera, Coopagro, Maracanã e Centro são as unidades com maior demanda.

A enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Rosana Cerbarro, disse que a avaliação é positiva. “A procura está grande e pretendemos alcançar a meta antes do prazo limite, que é 26 de maio. Ainda temos o dia D, que é o sábado, 13 maio, quando todas as unidades estarão abertas das 8h às 17h, exclusivamente para a vacinação contra a gripe”, lembrou Rosana.

A meta para 2017 é vacinar 90% dos grupos prioritários, ou seja, 10% a mais que a meta do ano passado. Em Toledo esse número representa aproximadamente 35 mil pessoas.

“Essa é uma vacina importante, segura, não causa gripe, ela diminui a hospitalização, a gravidade e a mortalidade das pessoas protegidas por ela”, garante a enfermeira. A vacina distribuída protege contra o vírus da influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e o Influenza B.

Quem deve vacinar

Os grupos prioritários beneficiados pela vacina distribuída gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) são pessoas com mais de 60 anos, crianças de 06 meses a 04 anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto), profissionais da saúde, povos indígenas, detentos e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade, além dos professores da rede pública e privada que também fazem parte do público alvo da vacina este ano.  Para receberem a vacina, além de um documento com foto e o cartão de vacinação, eles também precisam apresentar uma declaração da escola.