-
Banner topo divulga%c3%87%c3%83o

Compre casa

CULTURA

Museu Willy Barth abre nova exposição

A exposição fica até dia 31 de agosto

12/07/2017 - 16:29

  • Exposi%c3%a7%c3%a3o artesanato em madeira 100717 foto fabio ulsenheimer 03

    Foto: Fábio Ulsenheimer/SeCom

Com a chegada do período das férias escolares os pais geralmente buscam alternativas para passear com seus filhos e uma delas é o Museu Histórico Willy Barth. Nesta terça-feira (11) foi aberta a exposição de pintura alemã com a técnica baurnmalerei e de escultura em madeira do casal de artistas Elvis Ribeiro e Neiva Schmidt. 

Os artistas são do distrito de Dez de Maio e o museu ofereceu um espaço para que a população conheça os seus trabalhos. A pintura baurnmalerei feita por Neiva Schmidt  é uma técnica camponesa do século XVII, oriunda da Alemanha, que tem o seu significado de Bauern: camponês e Malererei: pintura. Já as esculturas produzidas por Elvis Ribeiro são sobre animais da nossa fauna e cenas de filmes.

A artista Neiva Schmidt explica que aprendeu a técnica Baurnmalerei em Curitiba. “Eu realizei alguns cursos sobre essa técnica e me apaixonei por ela, porque ela retrata o cotidiano da vida no campo, como as rosas, os cravos, tulipas, além de paisagens e cenas rurais”. Ela salienta que se sente realizada ao concluir um trabalho. “É um emoção muito grande. Cada trabalho que faço é único, claro que sempre penso em melhorar e aperfeiçoar cada vez mais”.

Elvis esculpe em madeira há cinco anos e para esta exposição utilizou Nó de Peroba, Araucária, Canela de Brejo, Ipê e Canela Pinho de áreas de reflorestamento ou doadas por prefeituras. Ele faz também exposições itinerantes em vários municípios do país, aproveitando o material cedido em cada cidade.

“Tem trabalhos que precisam, em média, de um a quatro dias para a produção. Isso depende de como a madeira está e o que vou esculpir nela”, informa Elvis. O escultor viaja o Brasil desenvolvendo seus trabalhos. “Geralmente nas exposições eu realizo a escultura ao vivo. Os visitantes conseguem ver como eu faço o trabalho, o que é bacana porque as pessoas percebem como a madeira vai criando a forma desejada”.

O Museu Histórico Willy Barth permanece aberto de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h45 e das 13h30 às 17h30min, e no primeiro sábado do mês das 14h às 18h.