-
Uti neo contribua

Compre casa

TOLEDO

Prefeito apresenta à Câmara alta de receitas em 11,1%, dívida de R$ 74 mi e reformas no Hospital Regional

O prefeito disse que a dívida fundada é de R$ 74,541 milhões e anunciou tratativas para rever as reformas solicitadas no Hospital Regional

06/02/2018 - 14:22


  • Img 1486a

Atendendo o artigo 55 da Lei Orgânica de Toledo a Câmara Municipal abriu a sessão legislativa de 2018 nesta segunda-feira, dia 5 de fevereiro, ouvindo o prefeito Lucio de Marchi sobre a situação do município. O prefeito disse que a dívida fundada é de R$ 74,541 milhões e anunciou tratativas para rever as reformas solicitadas no HR-Hospital Regional pela EBSERH-Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares, que exigiriam novos investimentos de R$ 14 milhões em reformas. O prefeito relatou que a arrecadação cresceu 11,01% em 2017 e a folha 8,40%, com 5,43% de reposição da inflação e o restante de progressões e vantagens. Já o saldo do balanço financeiro foi de R$ 64,721 milhões, com a dívida fundada tendo crescido de cerca de R$ 72 milhões ano passado para R$ 74,541 milhões, o que atribuiu às operações junto à AFD-Agência Francesa de Desenvolvimento, que deve finalizar contratações até outubro com outros aportes.

O prefeito lembrou aos vereadores que já foram investidos quase R$ 17 milhões na obra do HR e disse que o Hospital Regional é “a pergunta que está no ar”. O prefeito, que compareceu acompanhado do chefe de Gabinete Alceu Dal Bosco, do assessor jurídico  Luiz Paulo Chrispim Guaraná e do secretário de Desenvolvimento Econômico , Tecnológico, de Inovação e Turismo, Paulo Almeida, agradeceu a interferência quanto ao HR do ministro da Saúde Ricardo Barros e deputado federal Dilceu Sperafico, além de outros deputados, afirmando que a questão está “praticamente acertada”. O prefeito disse que a situação vai ser exposta no dia 8, em reunião na Prefeitura de Toledo onde deverá explanar sobre como e quando o Hospital Regional vai funcionar, comentando que ele deve receber “algumas melhorias” e vai funcionar ao longo dos anos.

O prefeito relatou aos vereadores ainda que estão sendo feitos investimentos em reformas em 4 unidades de saúde - Vila Industrial, Coopagro, Panorama e Jardim Porto Alegre -, que estão recebendo R$ 150 mil cada uma e que “há muito tempo não têm estas reformas”. Já a UBS de Novo Sarandi deve receber cerca de R$ 460 mil em reforma e a de Vila Nova R$ 600 mil. Também falou aos vereadores da educação, agradecendo à vereadora Janice Salvador pelo trabalho desenvolvido ano passado como secretária da pasta e disse que Toledo tem gratidão por ele e que também é muito grato à vereadora, que geriu quase 2 mil funcionários. O prefeito disse ainda que a fila dos CMEIs teve chamadas 1.286 crianças, sobrando 166 na fila, afirmando que há 3 CMEIs em construção e que está conversando com grandes empresas de Toledo para atender esta demanda.

O prefeito também relatou aos vereadores sobre o asfalto rural, apontando que foram recuperados 47 quilômetros em pontos como Sal Salvador, Linha Gramado, Lajeado e Xaxim e também foram feitos trechos novos em Nova Brasília, Buê Caé, Linha Real Santo Antônio e Linha Carvalho, anunciando que está sendo feita a recuperação do asfalto em Concórdia do Oeste e e depois será feito o trabalho na rodovia de Novo Sobradinho a Vila Nova, destacando a “parceria forte” com o Estado nestas obras.

O prefeito destacou ainda aos vereadores na abertura do ano legislativo o trabalho que está sendo feito em ruas na região do Jardim Europa, como no trecho da Avenida Maripá até a Rua Ari Barroso  e na Rua Emílio Dietrichkheit, além de recuperação nesta semana na antiga Atalaia. O prefeito parabenizou a Câmara e agradeceu o trabalho e desejou “que possamos encontrar bom caminho”, lembrando que Executivo e Legislativo são poderes independentes mas que a sociedade sempre deseja que atuem em harmonia. O presidente da Câmara Renato Reimann agradeceu o comparecimento do representante do Poder Executivo e desejou “que continue fazendo trabalho sério e honesto para o bem da população do município”.

Da Assessoria - Com atualizações