Banner topo divulga%c3%87%c3%83o

Compassion 857747 1920

DINO

Empresa brasileira instala planta no Paraguai para tratamento de efluentes

A nova estação de tratamento de efluentes industriais vai contribuir com a sustentabilidade da região
17/03/2020 - 16:34


A Ecosan, fabricante e integrador de sistemas e tecnologias para tratamento de água e efluente, está desenvolvendo a montagem de uma planta de tratamento de efluentes para o mercado têxtil, no Paraguai, com capacidade de tratamento de 80 m³/h. O projeto foi concebido pelo alto grau de restrição de descarte exigido pela região e grande compromisso da empresa contratante com o meio ambiente.

O cliente é o Grupo Lunelli, referência nacional no mercado têxtil, conta com 16 fábricas, que empregam mais de 4,8 mil colaboradores. A empresa possui mais de 16 mil clientes ativos. Ela abrange as marcas Lunender, LezaLez, Hangar 33, Alakazoo, Lunelli e Fico atendendo os segmentos feminino, masculino, infantil e malha em rolo.

"Estamos certos que este projeto é um trabalho que nos levará a outras parcerias internacionais, pois nossa empresa tem grande expertise para atuar tanto em estações de tratamento de efluentes como também de água. Portanto, estamos muito motivados para os novos negócios que vão surgir em breve", analisa Talita Carvalho, gerente comercial da Ecosan.

Segundo ela, o tipo de processo selecionado para a aplicação no Paraguai previu a disponibilidade de área para implantação. "Então foi dimensionado um sistema convencional composto pelas etapas de peneiramento, aeração prolongada, e físico-químico. O layout também considerou a expansão da planta para uma segunda etapa, visando a duplicação da capacidade de vazão de tratamento", relata Talita.

Tecnologia

Na indústria têxtil há muitos tipos de efluentes, conforme o setor de atuação de cada fábrica, que abrangem fios acrílicos, nylon e algodão; malhas 100% algodão com baixo teor sintético; tecido plano 100% algodão e também tecido plano seda, viscose e acetato.

"Para determinação do tratamento mais adequado para cada tipo de indústria têxtil é imprescindível que seja realizada uma boa caracterização do efluente e assim podemos definir a melhor rota tecnológica para o tratamento da mesma", explica André Telles, CEO da Ecosan.

De acordo com ele, sua empresa conta com uma equipe especializada para oferecer ao cliente a melhor solução tecnológica aliada a equipamentos de

alta qualidade. "Essa característica proporciona ao cliente despreocupação na conformidade com as leis locais para descarte, além de segurança quanto à manutenção dos equipamentos, por conta do alto grau de confiabilidade dos aparelhos", afirma Telles.