Casa de noti%cc%81cias 794x80 px

Compre casa

OPINIÃO

A Seleção está escalada!

O colunista esportivo, Guilherme Miola de Castro, avalia os convocados que representarão o Brasil na Rússia

16/05/2018 - 09:14
Guilherme de Castro

Guilherme de Castro

Guilherme de Castro é engenheiro ambiental, empreendedor e um grande apaixonado por futebol. Durante a Copa do Mundo FIFA de 2018 passa a ser também nosso colunista especial de esporte. Ele, que sabe tudo sobre o mundial de futebol, vai nos trazer as principais notícias sobre as equipes que participam da competição, em especial, é claro, sobre a equipe do Brasil. Contamos com você nessa jornada!


  • Futebol ebc

    Foto: Arquivo/EBC

À exatos 30 dias do início da Copa do Mundo de 2018, o treinador da Seleção Brasileira de Futebol, Tite, anunciou os 23 jogadores que representarão o Brasil na Rússia. 

Os convocados pelo treinador brasileiro são os seguintes:

Goleiros: Alisson (Roma), Ederson (Manchester City) e Cássio (Corinthians).

Laterais: Marcelo (Real Madrid), Fagner (Corinthians), Danilo (Manchester City) e Felipe Luis (Atlético de Madrid).

Zagueiros: Marquinhos (PSG), Miranda (Inter de Milão), Thiago Silva (PSG) e Pedro Geromel (Grêmio).

Meio de Campo: Fernandinho (Manchester City), Paulinho (Barcelona), Willian (Chelsea), Renato Augusto (Beijing Guoan), Casemiro (Real Madrid), Philippe Coutinho (Barcelona) e Fred (Shakhtar Donetsk).

Atacantes: Neymar (PSG), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City) e Douglas Costa (Juventus) e Taison (Shakhtar Donetsk).

Nos últimos dias, o técnico Tite já havia sinalizado que 18 nomes já estariam certos na lista final, restando 5 vagas em aberto.

No gol, havia uma única dúvida para a vaga de terceiro goleiro, disputada por Cássio (Corinthians), Neto (Fiorentina) e Marcelo Grohe (Grêmio) e vencida pelo goleiro corintiano, como já era esperado.

Na zaga, unanimidade. Pedro Geromel, em grande fase no tricolor gaúcho e considerado o melhor zagueiro do Brasil em 2018, foi justissimamente escolhido por Tite para preencher a quarta vaga, ao lado dos incontestáveis Marquinhos, Miranda e Thiago Silva.

Nas laterais, com a lesão e corte de Daniel Alves na última quarta-feira, mais uma vaga se abriu para a lateral direita, que estava sendo concorrida por Fágner, Danilo e Rafinha (Bayer de Munique), sendo que esses dois primeiros foram convocados. Na esquerda, Filipe Luís, recém recuperado de uma grave lesão no tornozelo foi convocado para a reserva imediata de Marcelo que, em grande fase no Real Madrid e caso o Brasil ganhe a Copa, será um forte candidato a ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo em 2018.

No meio campo, uma injustiça. Tite preferiu seguir sua estratégia de continuidade e chamou Fred, do Shakhtar Donetsk da Ucrânia, deixando o fantástico Arthur do Grêmio fora da lista. Embora não chamado agora, Arthur é nome certo para o ciclo da Copa de 2022 no Catar, visto sua qualidade acima da média, uma vez que já está negociado com o Barcelona para 2019. Rodriguinho (Corinthians) e Giuliano (Fenerbahçe) corriam por fora. Os demais convocados já eram esperados e merecidas suas convocações.

No ataque, Luan (Grêmio) merecia ser chamado. O melhor jogador da América em 2017 foi preterido por Taison, companheiro de Fred no time ucraniano, seguindo o argumento de continuidade de Tite. Os demais chamados já eram esperados.

O Corinthians, foi o clube brasileiro com o maior número de convocados (2), seguido do Grêmio, com 1 jogador e só. Os 20 atletas restantes atuam fora do país.

Por exigência da FIFA, a CBF entregou uma pré-lista com 35 nomes (os 23 convocados mais 13 em lista de espera) mas, como de praxe no Brasil, foram divulgados apenas os 23. Dia 04 de junho é a data limite para envio da lista definitiva, com os nomes dos atletas que representarão o Brasil na Copa.

O Brasil inicia sua preparação para a Copa da Rússia dia 21 de maio, na Granja Comary (Centro de Treinamentos da CBF) em Teresópolis-RJ, sem os jogadores que disputarão a final da Liga dos Campeões da Europa, dia 26 de maio em Kiev, Ucrânia (Marcelo, Danilo e Casemiro pelo Real Madrid e, Roberto Firmino do Liverpool). Estes se juntam à Seleção dia 27 de maio em Londres, na segunda fase de preparação. Nos dias 03 e 10 de junho, o Brasil enfrenta a Croácia em Londres e Áustria em Viena, respectivamente e, dia 11 seguem para Sochi (sede da Seleção Brasileira na Rússia). O Brasil inicia sua caminhada dia 17 de junho, às 15h (horário de Brasília) contra a Suíça, em Rostov-On-Don. Completam a primeira fase os confrontos contra Costa Rica, dia 22 e Sérvia dia 27.