Whatsapp image 2019 03 30 at 12.40.46

Autismo selo

EDUCAÇÃO

Estudiosos de vários países debaterão tutela das vulnerabilidades da pessoa humana

Congresso internacional de ciências jurídicas está com inscrições abertas, pela Internet

05/11/2018 - 09:41


  • Banner %283%29

    Crédito: Assessoria de Comunicação UEM

 

Pesquisadores de vários países como Itália, Portugal, Colômbia e Bolívia, além do Brasil, participarão, de 21 a 23 de novembro, no câmpus da Universidade Estadual de Maringá e no teatro Calil Haddad, do 1º Congresso Internacional de Ciências Jurídicas da UEM: a Tutela das Vulnerabilidades da Pessoa Humana.

 

O 1º Conjuri é um evento científico-acadêmico, aberto ao público em geral e busca aglutinar as contribuições de pesquisadores e profissionais de diferentes áreas dentro da temática do Congresso.

 

O objetivo é estabelecer um intercâmbio entre Universidades brasileiras e estrangeiras e a Universidade Estadual de Maringá, para fomentar a discussão e reflexão dos direitos e garantias fundamentais nas tutelas das vulnerabilidades, bem como temas conexos em evidência na atualidade. O público alvo do evento são estudantes de graduação, estudantes de pós-graduação e profissionais do Direito.

 

Sobre tutela, cabe esclarecer que é o direito que uma autoridade recebe para zelar por um indivíduo menor de idade. Tutela significa dar amparoproteção auxílio, e é o que ocorre, por exemplo, quando crianças ficam órfãos, ou não têm pais presentes, ou até mesmo não possuem uma família.

 

A cerimônia de abertura do Congresso será no dia 21, às 19h30, no teatro Calil Haddad, mas as atividades terão início pela manhã, das 8 às 12 horas, com a apresentação de trabalhos pelos acadêmicos de graduação em Direito da UEM, nas salas de aulas do bloco D-34, câmpus universitário. As mesmas atividades ocorrerão das 13h30 às 17h30, também no D-34.

 

Após a abertura, o professor Filipe Daniel de Arede Nunes, da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, Portugal, fará uma palestra com o tema “Sobre o problema da efectividade dos direitos sociais em tempos de crise”.

O restante da programação prevê mais palestras envolvendo temas como “Os desafios da imigração entre Europa e América Latina”, "Vulnerabilidades das pessoas e o direito constitucional", “A vulnerabilidade da Pessoa Transgênero” e “Criança, adolescente e internet”, entre outros.

 

Entre os palestrantes estão professores e pesquisadores da UEM e de outras instituições de ensino superior brasileiras, além de professores da Universidad de los Andes, em Bogotá, Colômbia; e Università degli Studi di Camerino (Unicam), na Itália; e de outros países.

 

A promoção é do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCH), da UEM, por meio dos departamentos de Direito Privado e Processual (DPP) e de Direito Público (DDP).

 

As inscrições estão abertas e podem ser feitas pela Internet, até o dia 12 de novembro. Somente depois de inscrito é que o interessado poderá enviar trabalho para ser apresentado no evento. A programação completa do Congresso pode ser vista no site. Outras informações pelo e-mail "sec-dpp@uem.br" ou telefone (44) 3011-4950.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação da UEM