Banner topo divulga%c3%87%c3%83o

Compassion 857747 1920

TECNOLOGIA

Internet das Coisas no agro e os desafios dos provedores de Internet no campo

A Internet das Coisas é a conexão de objetos do cotidiano, capaz de reunir, transmitir dados e executar serviços.

05/12/2019 - 14:36


  • Agricultura precis%c3%a3o1

Um estudo encomendado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e BNDES apontou que o uso de soluções de IoT (Internet das Coisas na sigla em inglês), pode movimentar entre U$ 5 bilhões a U$ 21 bilhões, até 2025. Esta realidade desafia provedores para atender este público.

A Internet das Coisas é a conexão de objetos do cotidiano, capaz de reunir, transmitir dados e executar serviços. No agronegócio é tida como um recurso eficiente na gestão de recursos naturais, insumos, maquinários, segurança sanitária e inovação.

O potencial do IoT pode ser avaliado pelo número de objetos conectados na Internet, a estimativa é que já em 2020 mais de 12 bilhões de dispositivos estarão conectados à Internet das Coisas.

O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações acredita que os investimentos em IoT deve incrementar em 25% a produção do agronegócio e reduzir em até 20% o uso de insumos. “Hoje uma colheitadeira é capaz de recolher dados sobre o solo, analisar suas necessidades de insumos, água e ainda, controlar sua aplicação, nos locais de maior ou menor necessidade. Isto tudo porque está conectado a um sistema de IoT. A agricultura de precisão é uma das aplicações mais famosas da Internet das Coisas no setor agrícola”, diz o presidente da Toledonet Telecom, Marcos Thielke.

Neste mundo de possibilidades está colocado um desafio: garantir ao homem do campo o acesso à Internet. Um mercado que requer muitos investimentos e que tem sido ocupado por operadoras regionais. “A proximidade nos coloca numa relação de cumplicidade com o desenvolvimento da nossa região, por isso nos sentimos comprometidos com as inovações. Desde 2003 a Toledonet leva Internet às comunidades rurais. A tecnologia de transmissão utilizada é o rádio, são quase mil pontos atendidos”, destaca Marcos Thielke.

Para ampliar e qualificar os serviços no campo a Toledonet investe e busca no Brasil e no mundo tecnologias que possam oferecer serviços de qualidade para as propriedades rurais. “Sabemos que a IoT vai aumentar e qualificar a produção agrícola, como provedor de Internet buscamos o que melhor a tecnologia oferece para atender nosso público. Recentemente participamos nos Estados Unidos da Wispapalooza e em São Paulo da Futurecom. Nestes eventos trouxemos conhecimento para incrementar nossos serviços e informações para subsidiar nossos planos de expansão”, revela o presidente da Toledonet.