Casa de noti%cc%81cias banner 794x80px

Sono em tempos de isolamento

Nossa vida mudou muito nestes últimos dias...

22/04/2020 - 17:04
Claudia Machado

Claudia Machado

Odontopediatria, Ortopedia Funcional dos Maxilares, DOF e DTM, Odontologia do Sono


Adotamos brilhantemente as medidas de prevenção contra a COVID19 – distanciamento, higienização das mãos, uso do álcool gel, máscaras... Também interrompemos ou mudamos nossas atividades de trabalho, as atividades escolares das crianças... Entretanto é preciso conscientizar que a nossa vida não parou por causa disso! Somos seres humanos e nosso corpo é regido por um relógio biológico que a cada 24 horas recebe um sinal interno para dormir à noite e acordar durante o dia. Somado a isso acumulamos durante o dia o cansaço diário de executar todas as tarefas diárias que no final do dia somado aos sincronizadores circadianos irão proporcionar uma boa noite de sono. E nestes tempos de pandemia que nos desconectamos do meio social, mudamos a rotina, horários de dormir, de acordar, prejudicamos e muito a qualidade do nosso sono... E além destes fatores temos ainda um terceiro ponto negativo que é o excesso de stress, o excesso de alerta devido a ameaça do vírus, que envolve e aciona vários neurotransmissores que dificultam e atrapalham o nosso sono. Estes três fatores - o circadiano, o cansaço e o fator comportamental - podem então desencadear um distúrbio do sono como a insônia ou ainda potencializá-lo em quem já é portador. É fundamental entender que a Insônia não é um problema somente da noite e sim das 24 horas do dia! Este problema ocorre a noite, mas é construído ao longo do dia.

Assim precisamos estar alertas e adotar não somente as medidas diretas da prevenção do vírus, mas também, e não menos importantes as medidas preventivas para a qualidade do sono que será fundamental para a nossa saúde. Então fiquem atentos: - Horários regulares para dormir/ acordar e para alimentar; - exposição à luz do sol (inclusive em apartamentos- na sacada ou janela do quarto); - evitar atividades ou alimentos estimulantes no final do dia (após as 18 horas); - evitar excesso de luminosidade antes de dormir; - usar a cama somente para dormir; fazer atividades físicas regulares ( improvise em casa, desça escadas...)

Lembrando que bom sono culmina em boa imunidade e melhor saúde! Cuidar do dia para que a noite seja saudável!

Dra. Claúdia Machado

Casa de not%c3%adcias