Whatsapp image 2021 02 08 at 19.08.55

SAÚDE

Paraná tem 126 mil casos ativos de Covid-19

Em Toledo são 1035 casos ativos nesta quinta-feira, com o registro de mais três mortes

21/01/2021 - 19:16
Por Redação


No balanço estadual da Pandemia, o Paraná tem 511 mil infectados, destes 376 mil são considerados recuperados, nove mil pessoas perderam a vida para o coronavírus e, 126 mil pessoas estão com o vírus ativo. Em Toledo, 11463 pessoas já foram infectadas, 10313 são consideradas recuperadas, 1035 estão com a doença ativa e 115 perderam a vida, três anunciadas nesta tarde.

Enquanto a vacina chega lentamente e em quantidade insuficiente, o número de novos casos anda em velocidade contrária. Só nesta quinta-feira (21), Toledo confirmou 131 novos casos, 130 exames em análise, 44 pessoas internadas – 21 em leitos de enfermaria e 22 em leitos de UTI.  O registro de três mortes: duas mulheres, 87 e 77 anos e um homem, com 53 anos de idade.

A ocupação de leitos de UTI também é preocupante. Ontem (20), na abrangência da 20ª Regional de Saúde – Toledo, o Hospital Moacir Micheletto de Assis Chateaubriand, uma das referências para tratamento Covid, na Regional ganhou mais sete leitos de UTI, saiu de 14 e ampliou para 21. Reduzindo a ocupação média da Regional que era 95%, para 77,78. Nesta quinta-feira, 24 horas após esta média voltou a subir para 82,22%.

Esta dinâmica mostra que a situação está longe do fim, o que requer muita atenção e cuidado. No histórico dos óbitos, cada vez mais, percebe-se uma redução na média da idade das vítimas. 

Vacinas


Com o desabastecimento dos insumos o Instituto Butantã parou sua produção de vacinas, no domingo. Há uma mobilização de diversos setores da sociedade e governamentais para sensibilizar a China, para a liberação dos insumos. 

A Índia anunciou hoje à tarde a liberação de vacinas para o Brasil, o que deve dar um reforço de dois milhões de doses, na campanha de imunização.

Cuidados pós vacina


A vacina requer um tempo para garantir a famosa imunidade de rebanho. É necessário um grupo muito grande de vacinados, o que pode levar ainda este ano. As máscaras devem ser usadas continuamente.

Prevenção


A única medida preventiva é o uso de máscaras, não aglomerações, manter a distância de 1,5 a 2m de qualquer pessoa e em qualquer ambiente. Lavar as mãos com água e sabão diversas vezes ao dia e, quando não for possível, use álcool em gel 70º .

 

Casa de not%c3%adcias 1144x250px