Casa de noti%cc%81cias banner 794x80px

EDUCAÇÃO

Duas candidatas aprovadas no Programa para Professores de Utah são da Unioeste

O “Programa Internacional para Professores”, busca professores para lecionar no Programa de Imersão em Língua Portuguesa nas escolas públicas do estado de Utah, Estados Unidos. 
19/04/2021 - 18:08
Por Assessoria


Entre as aprovadas no programa “Programa Internacional para Professores”, que busca docentes para atuarem no ensino de Português no Estado de Utah, nos Estados Unidos, estão uma aluna e uma egressa da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), campus de Cascavel. Marina Luísa Rohde é graduada e mestre pelo curso de Letras da Unioeste, e Ana Cristina Bonetti Brasil Soares é mestranda também pelo curso de Letras da Unioeste. 

As outras professoras classificadas na seleção são Karina Resende Nativo, graduada em Pedagogia pela UFPR e Mayra Luiza Migliorini, graduada em Letras pela UEPG. 

Desde 2014, o Conselho de Educação de Utah e a Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado do Paraná (SETI) possuem um convênio assinado com o objetivo promover o melhor conhecimento dos seus respectivos sistemas de ensino, além do aperfeiçoamento e aprendizado de novas técnicas educacionais. Em decorrência do acordo, foi criado o “Programa Internacional para Professores”, que objetiva aos professores paranaenses lecionar no Programa de Imersão em Língua Portuguesa nas escolas públicas do estado de Utah, Estados Unidos. 

O professor Rafael Mattiello, assessor de Relações Internacionais da Unioeste, reforça a importância da aprovação das egressas “A aprovação de duas alunas da Unioeste entre as quatro classificadas é bastante representativa para a Universidade no âmbito do Estado do Paraná, confirma o prestígio institucional com que os nossos egressos saem para a vida profissional. Ademais, o diálogo com as alunas referente às experiências internacionais pode contribuir para repensarmos e aperfeiçoarmos o ensino e a extensão nos cursos de licenciatura.” 

O processo de seleção aconteceu em três etapas eliminatórias: análise de documentos, entrevista em inglês e avaliação de uma experiência didática com alunos do 1º ao 6º ano do Ensino Fundamental, gravada em vídeo pelo candidato. Os aprovados começam a trabalhar no segundo semestre deste ano e permanecerão nos EUA pelo período de até três anos. O Programa, disponibilizará ao professor selecionado e aos seus dependentes um visto de trabalho de três anos nos EUA.
Casa de not%c3%adcias