Banner 1144x150 px

TECNOLOGIA

Empresas investem em tecnologia de olho na expansão da eficiência energética

Pesquisa do Instituto E+ de 2020 aponta que o investimento nacional não chega a 50% da aplicação feita em países europeus
23/11/2021 - 16:08
Por Assessoria


A eficiência energética é, sem dúvida, a melhor solução para o Brasil enfrentar a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Contudo, a má notícia é que uma pesquisa do Instituto E+ de 2020 aponta que o investimento nacional não chega a 50% da aplicação feita em países europeus e contabiliza-se que serão necessárias, no mínimo, duas décadas de jornada, para o nosso país chegar ao mesmo patamar da União Europeia. Mas, como uma má notícia sempre traz uma boa, ocorre que o atual cenário demanda recuperação econômica e um mercado cada vez mais competitivo, sendo que modelos de negócios que trabalham o conceito “menos é mais”, visando custos menores, maior sustentabilidade, e consequentemente maior rentabilidade, tidos como a “bola da vez”.

Portanto, se preocupar com os gases do efeito estufa e economizar energia já deixou de ser um diferencial, se tornou uma obrigatoriedade. Neste sentido, mesmo o Brasil tendo uma carência de investimentos no mercado para a fabricação e consumo de produtos voltados à moderação energética, fato é que as empresas que pensam nisso, atrelando este conceito às tecnologias, saem na frente. Prova disso é o estudo da TNS Research, que diz: “empresas que investem em tecnologia têm aumento na receita e crescem aproximadamente 60% a mais em comparação com as empresas que descartam o investimento”. Esses índices são comprovados pela Reymaster, que atua como distribuidora de materiais elétricos, com sede no Paraná, atendendo clientes de pequeno, médio e grande porte, sejam eles residencial, empresarial ou industrial, de todo o Brasil, e que agora acaba de implementar seu mais novo Enterprise Resource Planning (ERP – planejamento dos recursos da empresa), englobando todos os dados e processos da organização em apenas um sistema, o que facilita – e muito – a tomada de decisões.

A procura pela novidade foi um “impulso natural”, nas palavras de Marco Stoppa, CEO da empresa, justamente por causa do crescimento da empresa, que viu seu número de funcionários aumentar de 140, no início da pandemia de Covid-19, para 200, e hoje tem um estoque à pronta-entrega de mais de 40 mil itens, com unidades em Curitiba (matriz) e Joinville (Santa Catarina). “Como projetamos aumento de colaboradores e de faturamento, está em nossos planos [da Reymaster], para um futuro nada distante, a abertura de novas filiais em regiões estratégicas, um novo ERP se faz fundamental”, diz.

Para fazer a gestão de todo esse pessoal, dos fornecedores, dos cliente e estoque, o novo ERP, de última geração, é formado por um agrupamento de aplicativos que têm por objetivo lapidar todos os processos, oferecendo identificação, tratamento, transparência, controle e segurança em um dos ativos mais valiosos para a empresa: a informação.

“Muitas vezes, a informação está lá, disponível, e tem quem não se dê conta de sua importância para o desenvolvimento do negócio, fazendo jus ao velho ditado de ter que perder para entender o valor. Como na Reymaster nós sempre trabalhamos com o tripé confidencialidade, integridade e disponibilidade de dados, concluímos que esta era a melhor hora para implantar este software”, informa Stoppa.

Marco Stoppa, diretor da Reymaster.


De acordo com o CEO, para que a decisão saísse do papel, outro fator crucial foi o crescimento da empresa, que hoje trabalha com um estoque com mais de 40 mil itens à pronta-entrega e tem em sua carteira de clientes pessoas físicas e empresas. Portanto, para dar conta de toda essa evolução, era necessário um sistema mais robusto para a entrada das informações e processamento dos dados, visando alavancar os negócios e a restruturação dos processos.

Na prática, o novo ERP será um instrumento de respostas precisas e seguras: “O mercado de iluminação e eficiência energética já vinha passando por grandes mudanças e, principalmente nos dois últimos anos, com o advento da pandemia de Covid-19, trouxe trabalho remoto, reuniões virtuais, incremento dos aplicativos de delivery, investimento massivo de diversas empresas em e-commerce. Com isso, a tecnologia se tornou peça-chave para qualquer empresa. Com a Reymaster não poderia ser diferente, estamos investindo pesado em inovação para fazer frente às demandas do mercado, com maior agilidade e melhor atendimento aos nossos clientes”.

Com o novo software, a Reymaster terá segurança na alimentação dos dados, o que melhorará significativamente o controle interno de todos os processos. Outra vantagem será a agilidade nas operações do dia a dia, que resultará em maior produtividade; e a questão principal: ter, ao inteiro dispor, em tempo real, informações detalhadas e dados precisos. “Trata-se de uma verdadeira mão amiga na gestão de toda a empresa”, finaliza Marco Stoppa.



01   casa de not%c3%adcias 01 %281%29