Compre casa

SAÚDE

Inverno é a melhor época para a prática de exercícios físicos

Estação é mais propícia para a perda de peso, fortalece o sistema imunológico e libera mais hormônios de bem estar

11/07/2018 - 13:30


  • Academia frio

    Foto: Free Image

  • Academia frio 1

    Foto: Free Image

Ir à academia no inverno pode ser um desafio e tanto para algumas pessoas. Afinal, existe algo melhor do que ficar no calor das cobertas quando as temperaturas começam a baixar? Alguns indicadores afirmam que cerca de 30% das pessoas, que geralmente praticam exercícios físicos regularmente, não se exercitam de forma alguma durante a estação mais fria do ano.

No entanto, é bom lembrar quem o projeto verão começa no inverno. Aliás, as temperaturas amenas diminuem o desconforto causado pela transpiração intensa durante as estações mais quentes. O educador físico Junior França alega que esta é uma ótima época para as pessoas que sofrem com sobrepeso começarem a praticar exercícios. “Assim não sentirão tanto o impacto no início das práticas e se adaptarão à nova rotina com mais facilidade”.

Ele ainda conta que a atividade física praticada no inverno melhora a circulação sanguínea, a respiração e desenvolve a musculatura. “Além disso, ajuda ainda na redução de porcentagem de gordura corporal e nos promove uma sensação de bem estar por meio da liberação da endorfina e outros fatores relacionados à qualidade de vida”, salienta Junior.

Apesar de tantos benefícios ao corpo, o coordenador de musculação da academia Aquafit e personal trainer, Vinícius Pondian, diz que geralmente o movimento nas academias tende a baixar. “O frio não deixa ninguém cansado, mas sim com preguiça. Então as pessoas acabam procrastinando, deixando a prática de exercícios sempre para “amanhã”. É aí que mora o sedentarismo”.

O coordenador destaca alguns benefícios de se exercitar no inverno. “O sistema imunológico fica mais forte, o metabolismo mais acelerado, logo, produzindo mais energia, assim, acelerando o processo de emagrecimento”. Ele ainda alerta que o risco de infarto aumenta durante o inverno. “Isso é decorrente de uma resposta do organismo a respeito da temperatura corporal, que diminui o calibre das veias”.

Como orientação, Vinicius recomenda que as atividades físicas sejam acompanhadas sempre por um educador físico e de preferência realizadas indoor. “Assim, o indivíduo não debilita a saúde. É essencial que os exercícios sejam feitos com um calçado e roupa adequadas e que seja mantida uma alimentação saudável”, conclui.