Compre casa

EDUCAÇÃO

Agrofórum discutiu temas do agronegócio no auditório da FAG Toledo

Evento contou com a participação de um empresário que é ex-aluno da instituição, além de outros especialistas do setor

10/10/2018 - 08:36


  • Agrof %282%29

    Foto: Assessoria

  • Capa agrof %281%29

    Foto: Assessoria

O curso de Gestão do Agronegócio da FAG Toledo realizou na noite de segunda-feira (08) o 1º Agrofórum com palestras de debate envolvendo a temática do agronegócio em Toledo e Região Oeste.  O evento deu aos acadêmicos a oportunidade de obterem conhecimentos acerca das práticas de gestão, e das oportunidades proporcionadas nos diversos segmentos do agronegócio.  

Na abertura o engenheiro agrônomo José Augusto de Souza apresentou o cenário do agronegócio no município de Toledo. “O setor é força e potencial e movimento muito a economia local. Temos o setor de destaque que é a suinocultura que tem crescido e recebido investimentos nos últimos anos e também temos outros setores que apresentaram retração como a avicultura”, relata. O setor avícola, de acordo com o especialista, passou por problemas desde 2017 na área de exportação. “Essa retração foi resultado da quebra de contratos internacionais que afetaram a produtividade e isto coloca uma interrogação sobre o setor ter um plano B para proteger a produção e se garantir”, analisa.

O presidente do Sindicato Rural de Toledo, Nelson Paludo foi o segundo a palestrar. “É necessário tratar o agronegócio sempre com uma visão voltada para o futuro. Precisamos nos planejar a longo prazo, tudo deve ser bem pensado. Mas apesar das dificuldades agricultura é uma área muito bonita de se atuar e vale a pena, desde que se atende a alguns detalhes que precisam ser estudados e analisados”, aconselha o agricultor.

O terceiro palestrante convidado é egresso da FAG Toledo. Dirceu Jorge Hoffmann cursou Gestão de Agronegócio e é proprietário de um comércio que tem os agricultores como público alvo. Ele alertou os acadêmicos presentes sobre a importância da qualificação para se empreender no setor. “Eu sou exemplo de alguém que viveu desde criança na agricultura, com a família e fez um negócio crescer e prosperar a partir da qualificação, dos estudos que fiz na faculdade. Esse estudo abriu minha visão e foi muito importante para o meu desenvolvimento profissional”, comenta.

No final das palestras os participantes responderam dúvidas e debateram sobre o agronegócio com o apoio do professor do curso João Ramella. Os estudantes do Colégio Agrícola de Toledo também participaram do evento. O Colégio doou mudas de plantas para horta que foram distribuídas aos presentes.