Whatsapp image 2019 03 30 at 12.40.46

Autismo selo

ASSISTÊNCIA SOCIAL

Bazar beneficente vai ajudar ONG que acolhe LGBTs em situação de rua em Cascavel

Podem ser doadas roupas, calçados, acessórios, itens de casa e decoração

08/02/2019 - 16:07


  • Lgbt ag br

    Foto: EBC/Arquivo

Quando o tema é orientação sexual ou gênero, o próprio lar pode ser um espaço tão cruel quanto o mundo lá fora. Com o olhar de empatia, o jornalista influencer, Everton Leontino, e o artista multimídia, Jeff Kaibers, organizam um bazar beneficente para fomentar a ONG Cores da Diversidade, que acolhe pessoas LGBTs em situação de rua.

A doação de roupas, calçados, acessórios e demais itens de casa e decoração serão arrecadação até o fim de fevereiro. “Todo o dinheiro arrecadado será vai ser revertido em verbas para realizarmos as nossas ações e pagar despesas”, relata Jeff Kaibers.

Everton conta que sempre foi envolvido em casas sociais e que sentiu a necessidade de ajudar a ONG assim que soube do trabalho que é realizado em Cascavel. “Eu faço parte da comunidade LGBT e já senti na pele situações de preconceito. No entanto, eu tirei a sorte de ser aceito pela minha família,, de ter tido acesso ao ensino superior e ser aceito no mercado de trabalho. Agora eu sinto que devo ajudar outras pessoas como eu a terem as mesmas oportunidades na vida”.

A data e o local do evento ainda não estão definidos. “O espaço vai depender do tanto de doações que obtivermos, assim como a disponibilidade da agenda do local”, diz Everton. Para doar, basta entrar em contato pelo Instagram ou pelo número de telefone (45) 9 9969-6317, que eles mesmos se responsabilizam pelo recolhimento.

ONG Cores da Diversidade

A república de acolhimento LGBT já existe efetivamente há sete anos, mas adotou a característica de ONG há apenas um. “No nosso primeiro ano já recebemos nove pessoas, que receberem auxílio psicológico, jurídico e alimentação”, ressalta o coordenador Jeff Kaibers.

Além do acolhimento, o espaço desempenha demais atividades, como ações educativas com relação a Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) em parceria com o Centro Especializado de Doenças Infecto-Parasitárias (CEDIP), a Parada pela Diversidade, além de rodas de conversas, palestras e atividades culturais.

 

 

Por: Redação