1bbbf926 a162 45cc 909a caeeaf5ad17b

Compassion 857747 1920

EDUCAÇÃO

Educação lassalista rompe fronteiras

A Educação lassalista está presente em 80 países e possibilitou o rompimento de fronteiras, assim, ensinar e aprender, ganhou muitos sotaques.

20/10/2020 - 10:40
Por Assessoria


  • Encontro virtual %281%29

A Pandemia impôs muitas adequações ao ensino, mas também nos desafiou para diversas possibilidades, para isso, a tecnologia não pode ser um fim, mas um meio. Foi isso que o Colégio La Salle fez! Em parceria com a Google For Education conectou seus alunos e professores com lassalistas do país e do mundo. A Educação lassalista está presente em 80 países e possibilitou o rompimento de fronteiras, assim, ensinar e aprender, ganhou muitos sotaques.

A tecnologia é fundamental, mas é necessário compreender e dar sentido as suas conexões. O Colégio La Salle, além de garantir a continuidade do ensino com excelência, compreendeu que essa realidade exige que aprendamos e reaprendamos o tempo todo. Um olhar atento a cada estudante faz a diferença no desempenho cognitivo e socioemocional desses jovens.

E foi olhando para o potencial que a tecnologia oferece, que o ensino no Colégio La Salle promoveu aulas com professores das escolas da Rede de norte a sul do país, mas também, encontros com jovens de outros países, em outros idiomas. “Vivemos em um contexto, no qual o desenvolvimento tecnológico e as relações culturais, sociais, comerciais e econômicas despontam instantaneamente no cenário mundial. Nesse sentido, o contato com outras culturas e idiomas é fundamental à inserção de pessoas nesse universo, as quais estão cada vez mais conscientes de que, hoje, é essencial o domínio de línguas estrangeiras. Esse domínio garante o acesso a diferentes conhecimentos e a novos patamares sociais e culturais.  Por isso, proporcionamos aos nossos estudantes o aprendizado de idiomas e experiências, que ultrapassam os limites regionais para habilitá-los às exigências do século XXI”, considera o Diretor do Colégio La Salle Toledo, Psicólogo e Irmão André Muller. 

O exercício do idioma e a troca cultural aproxima os jovens de habilidades e competências desse novo mundo. O Colégio La Salle, por meio da Pastoral da Juventude Lassalista – Pajula, desenvolve dois grandes Projetos, que sustentam estas conexões: O Trocando Ideias e o Conectando. “O Projeto já conectou nossos estudantes com jovens da Colômbia, Argentina e Panamá. Em outubro, teremos encontros com estudantes da Argentina e do Chile. Em novembro, o encontro será com os jovens de Portugal, Espanha e Estados Unidos e, em dezembro, encerramos as atividades com Moçambique. A oportunidade de diálogo em diversos idiomas e a troca cultural dão mais sentido à missão de educar”, defendeu o Irmão Taylon de Amorim Torres, coordenador da Pajula de Toledo.

Ainda na perspectiva de uma Escola além-fronteiras, o Colégio La Salle de Toledo garantiu duas, das 15 vagas brasileiras, para o Encontro Internacional da Scholas Ocurrrentes (em Latim Encontro de Escolas), criada pelo Papa Francisco, com o objetivo de promover a Cultura do Encontro, do diálogo e da escuta, independente da linguagem, crença ou cultura. O objetivo é que a voz da juventude mundial esteja no centro da reconstrução do novo normal.