Casa de noti%cc%81cias banner 794x80px

EDUCAÇÃO

UTFPR oferece plataforma de monitoramento sanitário ao Município de Toledo

Criada por laboratório da instituição, ferramenta utiliza inteligência artificial e já é utilizada por prefeituras e Secretaria de Estado da Saúde no combate à Covid-19


22/01/2021 - 16:39
Por Assessoria


Representantes de vários setores da administração municipal acompanharam, na tarde desta quinta-feira (21), à apresentação da plataforma de monitoramento sanitário desenvolvida pelo Laboratório de Aprendizado de Máquinas e Imagens Aplicadas à Indústria (Lamia) instalado no câmpus Santa Helena da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

Por meio desta ferramenta, que surgiu durante a pandemia do novo coronavírus, é possível adicionar dados sobre o perfil etário, demográfico e geográfico das pessoas infectadas, ocupação de leitos e óbitos, e, a partir deles, prever cenários para as semanas seguintes, tornando mais assertiva a tomada de decisões pelo poder público, que também tem acesso ao comportamento de mobilidade da população, quantificando o número de pessoas que frequentam ambientes públicos, como parques, bares, restaurantes e parques.

O coordenador do Lamia, professor Thiago Naves,  destacou que o trabalho do laboratório prioriza atender uma demanda real para, a partir disso, gerar produção acadêmica, o que já rendeu a concessão do Selo Sesi ODS 2020 à instituição. “Esta plataforma já está sendo usada pelas prefeituras de Santa Helena, Medianeira e Foz do Iguaçu no acompanhamento em tempo real da pandemia e foi muito útil, por exemplo, para a Secretaria de Estado da Saúde criar novas vagas de UTI para pacientes Covid-19 na Macrorregional Leste logo que a demanda por este serviço cresceu consideravelmente”, recorda.

“Por meio da tecnologia Data Science, é realizada a ‘aprendizagem de máquina’ que permite, a partir do cenário do presente, o acompanhamento em tempo real e fazer predicções inteligentes sobre como o quadro epidemiológico se comportará no período de 15 dias. Assim, o gestor público pode tomar decisões agora para antecipar a problemas futuros”, salienta.


De acordo com o coordenador, a ferramenta possui uma interface intuitiva, que pode ser aplicada a outras realidades da administração pública, não só as relacionadas à saúde. “Caso essa parceria se concretize, é necessário pensar em médio e longo prazo, em situações que merecem vigilância permanente da nossa equipe, como o combate à dengue. Mas percebo também que outras pastas podem se valer deste serviço”, observa a secretária de Saúde, Gabriela Kucharski.

O prefeito Beto Lunitti, após assistir à apresentação e ouvir o presidente do Conselho Municipal de Inovação, Márcio Pinheiro, e de secretários e diretores convidados para o encontro, colocou a Fundação para o Desenvolvimento da Rádio e Televisão Educativa e Cultural de Toledo (Funtec) à disposição da UTFPR para realizar tratativas que culminarão, num primeiro momento, em uma proposta de parceria que será apresentada em 20 dias - se for aprovada, em 15 dias o sistema estará à disposição da prefeitura.

“Queremos, por ora, um projeto que reúna o monitoramento da Covid-19 e da dengue. Se for vantajoso, queremos ampliar este convênio. Mesmo porque a pandemia, apesar de todos os cuidados que devem ser mantidos, está no começo do fim e já devemos pensar nos próximos desafios que vamos enfrentar”, salienta.


Casa de not%c3%adcias