Whatsapp image 2021 07 08 at 15.17.36

CIDADANIA

Embaixada Solidária ganha canção que denuncia violência contra mulheres

O compositor doou a música para a ONG que é referencia em atendimento aos refugiados e outros povos
19/07/2021 - 19:03
Por Assessoria


Tudo começou em uma entrevista concedida para uma emissora de televisão local. Diante de um caso de abandono afetivo e outras violências sofridas por mulheres estrangeiras na Região Oeste do Estado, a ONG Embaixada Solidária lançou uma campanha de combate a violência e denunciou publicamente o caso, através das entrevistas e de outras formas.
 
Do outro lado da televisão, o maestro e músico Ricardo Denchuski, ouviu atentamente a história narrada pela fundadora e presidente da Embaixada Solidária, Edna Nunes, que relatou emocionada o caso que ela mesma intitulou como a “Violência de um Amor Bandido”. Em poucos minutos a jornalista chamou a atenção pública sobre a situação difícil que algumas estrangeiras enfrentam para recomeçar suas vidas e com a violência de gênero dentro das comunidades. 
 
Depois da narrativa, a composição foi feita em uma questão de minutos. O músico transformou a história triste de uma mãe e seus dois filhos em uma música que traz a doçura de uma narrativa quase infantil e que denuncia de forma suficiente a dura realidade enfrentada pelas mulheres e seus filhos. Nasceu a canção "Parles d’  Amour” que tem emocionado voluntários e apoiadores da causa. “A canção foi composta na perspectiva de uma criança em meio a violência, que questiona o "amor" que lhe é transferido, em sua experiência familiar e transcultural: “Você fala de amor? Fale-me de seu amor! Fala-me de sua dor! Você fala do amor? Fale do amor!”, este é refrão da música que é cantado todo em francês, representando a língua nativa da criança, e, cada estrofe seguinte é cantada em português”, destaca o compositor. 
 
Alguns meses depois, através de amigos em comum, Ricardo e Edna tiveram a oportunidade de conhecer-se e a música ganhou outros contornos. Logo um trio haitiano também emprestou voz a canção que traz denúncias sociais que podem mudar a vida da comunidade que vive em todo o Brasil, mas de forma especial no Oeste do Estado. “Ao ouvir a canção eu consegui ver o rosto de cada uma das mulheres atendidas. Ricardo conseguiu traduzir nosso coração e luta de com uma maestria que compete apenas aos artistas que contemplam a realidade com lentes sagradas e conseguem ver o que existe de divino no outro”, conta Edna Nunes. 
 
O grupo foi convidado pela Secretaria de Cultura do Munícipio de Toledo para um pré-lançamento da obra que deverá transformar-se em um clipe, que futuramente vai figurar entre às principais plataformas digitais. A apresentação será na próxima quinta-feira (22) no palco do Teatro Municipal de Toledo, durante o evento “Quero Viver” que de forma cultural busca sensibilizar a comunidade sobre a violência vivenciada por mulheres de todas às etnias, inclusive brasileiras. A entrada é franca e o evento terá inicio às 19h. 
 
 
Casa de not%c3%adcias