Banner 1144x150 px

CULTURA

Coros Serprati retomam os ensaios presenciais respeitando as medidas de proteção

A música que serve como refúgio em tempos difíceis, leva mais que tons e melodia, proporciona tranquilidade na alma 
31/08/2021 - 14:17
Por Assessoria


Foram meses em que as vozes ficaram divididas pelas telas dos computadores. Depois de um ano, os Coros da Sociedade Esportiva e Recreativa Prati-Donaduzzi (Serprati) retomaram os ensaios presenciais. A música que serve como refúgio em tempos difíceis, leva mais que tons e melodia, proporciona tranquilidade na alma. Mesmo com turmas separadas para não ter aglomeração, cantar perto dos colegas acaba tendo um significado especial: é a esperança de dias melhores.

O auxiliar de expedição, Diego Querubin é um dos novatos. Empolgado, ele comenta que essa uma hora dedicada à música, anima e traz até disposição para voltar ao trabalho. “Como eu trabalho na produção a música acaba sendo uma terapia. Precisamos no dia a dia estar sempre muito concentrados e focados e a arte nos auxilia com a saúde mental”.

Entendimento compartilhado pela colega de coro Geni Theolbadi, que garante que a atividade tem muito mais que só cunho cultural. É um exercício de melhoria contínua psicológica, musical e de relacionamento interpessoal. “Não é apenas cantar, mas é exercitar o corpo e a mente. A música, sempre desperta algo bom”.

São 50 vozes que se somam ao Coro Serprati. Por enquanto, os ensaios estão divididos por tons: contralto, soprano e tenor. Dessa forma, é possível continuar tomando as medidas de prevenção contra a Covid-19, mesmo com ensaios presenciais. A retomada é justificada pela preocupação da empresa com o bem-estar do colaborador, já que a música proporciona relação direta com a saúde e causa emoções positivas.  

O regente do Coro Serprati, Gerson Giese, comenta que é visível a felicidade e dedicação dos integrantes. “Em tempos tão difíceis a música sempre traz um sorriso, alegria e leveza. E é bonito ver eles se dedicando, porque com esse envolvimento, o coro acaba se tornando uma segunda família”. O responsável explica que os trabalhos estão dedicados para apresentação do fim de ano, a realização da tradicional cantata natalina em Toledo.

Coro Infantil


Este ano a novidade é o Coro Serprati Infantil. O projeto conta com 45 crianças, filhos de colaboradores da indústria farmacêutica Prati-Donaduzzi. Os ensaios que até então, estavam sendo online agora também passam a ser presencial. Todas as sextas-feiras no Teatro da FAG os integrantes se dedicam durante uma hora. 

A pequena Larissa Lenhard está empolgada com os ensaios. “Já era legal antes, mas agora conhecer pessoalmente as outras crianças que fazem parte, é mais divertido. Que o pessoal possa vir participar conosco”.

01   casa de not%c3%adcias 01 %281%29