Banner 1144x150 px

CULTURA

Toledo sedia o 15º Encontro de Academias de Letras do Paraná em outubro

Para o Encontro são esperados  escritores, poetas, jornalistas, intelectuais, professores e agentes culturais, representando dezenas de academias e outras entidades convidadas
10/09/2021 - 10:49
Por Assessoria


A Academia de Letras de Toledo (ALT), com o apoio do poder público, instituições, entidades e empresas locais e regionais, promove o 15º Encontro Estadual das Academias de Letras do Paraná, nos dias 29, 30 e 31 de outubro próximo, no Salão de Festas do Olinda Park Hotel, reunindo delegações de dezenas de instituições similares de todo o Estado, incluindo a Associação das Academias de Letras, Ciências e Artes do Paraná (ALCA), fundada em 2014, e a Academia de Letras do Oeste do Paraná (ALOP), criada recentemente.

Em 2013, a ALT já foi sede do 8º Encontro Estadual das Academias de Letras do Paraná, também no Olinda Park Hotel, com extensa programação e diversas atrações, incluindo palestras e exposições de livros, reunindo mais de uma centena de escritores, poetas e intelectuais, representando dezenas de instituições literárias de todo o Estado, além de autoridades estaduais, regionais e locais, com resultados elogiados por todos os participantes.

Conforme a escritora e poetisa Lucrecia Welter Ribeiro, presidente da ALT e da ALCA, a meta é promover encontro com ainda maior participação de visitantes e novos eventos literários, dentro das finalidades da promoção, entre as quais estarão a promoção da escrita e da leitura, a difusão da literatura e da cultura, a valorização de autores locais e regionais, o intercâmbio de experiências bem sucedidas, o encaminhamento de reivindicações às autoridades municipais e estaduais, a integração, organização e motivação das instituições inscritas e a confraternização entre os acadêmicos presentes.

Segundo Lucrecia, para o encontro, que está entre os principais eventos literários com finalidades culturais e educativas do Paraná, são esperados mais de uma centena de escritores, poetas, jornalistas, intelectuais, professores e agentes culturais, representando dezenas de academias e outras entidades convidadas.

Na programação, estarão palestras e debates sobre os desafios de escrever, editar e comercializar livros nas pequenas, médias e grandes cidades, a discussão de questões atuais, como a “A leitura durante o isolamento social da pandemia de Covid-19”, a apresentação de ações inovadoras das instituições presentes e a inserção na Carta de Toledo de aspirações e proposições das academias participantes.

Conforme a presidente da ALT e da ALCA, a oportunidade de sediar pela segunda vez um encontro tão importante para a literatura paranaense, é mais um grande desafio para a instituição, seus dirigentes e acadêmicos e entidades e empresas parceiras, mas também representa conquista importante e promoção relevante da arte literária local e regional, em nível estadual, reiterando a condição de Capital da Cultura que Toledo conquistou e vem consolidando há décadas.

“Trata-se de uma empreitada desafiadora, mas estamos nos preparando para surpreender positivamente todos os participantes e a sociedade local e regional, promovendo reuniões, debatendo sugestões e propostas, organizando comissões, elaborando a programação, produzindo material de divulgação, distribuindo tarefas e fazendo tudo o que está ao nosso alcance e que um encontro dessa dimensão exige de seus organizadores”, afirma Lucrecia.

Conforme ela, planejar, organizar e realizar em Toledo já pela segunda vez evento com tamanha repercussão nos meios culturais paranaenses envolve enorme responsabilidade, mas sua organização bem sucedida compensará todo o esforço e orgulhará a instituição, seus acadêmicos, as entidades culturais, os meios e profissionais da comunicação e a própria população, da cidade e região.

Lucrecia destaca que durante o evento estarão em Toledo muitos dos autores e algumas das academias de letras mais tradicionais do Estado, fundadas há décadas, representando grandes cidades do Paraná e trazendo em suas delegações escritores famosos, intelectuais respeitados e críticos renomados, todos promotores das artes de escrever, ler e multiplicar conhecimentos, agregando valor à atividade cultural e incentivando a produção artística do município e Oeste do Paraná.

“A capacidade da ALT para organizar um encontro dessa importância está na formação, experiência profissional e produção cultural de seus membros, pois entre os acadêmicos estão docentes experientes, inclusive universitários, administradores bem sucedidos, jornalistas, poetas e escritores consagrados, com o total dezenas de livros publicados”, ressalta a presidente da ALT e ALCA.

Essa competência e credibilidade, segunda ela, já foi demonstrada na sessão solene de instalação da instituição, com posse dos acadêmicos fundadores e primeiros dirigentes, em 29 de outubro de 2011, e no 8º Encontro Estadual das Academias de Letras do Paraná, nos dias 12 e 13 de outubro de 2013, reunindo delegações visitantes, autoridades estaduais, prefeitos, deputados, vereadores e lideranças regionais. 


Casa de not%c3%adcias