Banner 1144x150 px

CULTURA

A linguagem teatral volta a respirar na região

O desafio adiante é movimentar a cena cultural com as mais diversas linguagens

23/09/2021 - 16:53
Por Daniel Felicio


A pandemia da Covid-19 mudou a rotina das pessoas. No setor cultural não foi diferente. Por provocar a união de pessoas em eventos e lazer, a cultura foi dos setores que ficou paralisado totalmente desde março de 2020. No entanto, este cenário está mudando aos poucos e a região oeste do Paraná acompanha este compasso. 

Um exemplo disso foi a Mostra Regional de Teatro que aconteceu entre os dias 13 e 18 de setembro em Toledo, onde foram feitas oficinas de formação, aperfeiçoamento e apresentações de espetáculos culturais. As cortinas se abriram com um dos pilares da cultura mundial, o dramaturgo inglês, William Shakespeare. Na ocasião, o ator Junior Cunha apresentou o espetáculo “O Resto é Silêncio – uma coletânea de monólogos inspiradas pelo autor de Romeu e Julieta. 

Júnior conta que estava bastante ansioso pela volta aos palcos. “Acho que, após esse longo tempo sem estar em cena em um teatro, ainda mais com público, já era hora de voltar. Eu realmente estava precisando disso e acredito que o público que prestigiou nossa peça e as demais também estava. A arte e cultura sempre clamam por espaço”. 

Ele acredita que o grande desafio agora é aprender a lidar com os elementos que estiveram presentes durante a pandemia e que não devem ser deixados de lado, como o uso contínuo da máscara, álcool em gel, distanciamento social e demais medidas sanitárias. “Em resumo, estamos diante de uma grande mudança de hábitos e da própria realidade. O mundo pré-pandemia não existe mais. A arte e a cultura agora também são outras, mas, claro, continuam a ser o que de mais expressivo os seres humanos podem e devem fazer”, avaliou o ator. 

Para a secretária de cultura de Toledo, Rosselane Giordani, a realização de eventos culturais faz com que os artistas voltem a ter visibilidade após mais de um ano em inatividade, os quais muitos deixaram de realizar seus trabalhos por motivo de sobrevivência. “Todos eles têm um dever fundamental para esta retomada”, disse a secretária. O desafio adiante é movimentar a cena cultural com as mais diversas linguagens. “É necessário que a cultura ocupe espaços públicos, praças e escolas, finaliza. 

Mostra Regional de Teatro


Com a capacidade reduzida de público em 60% a Mostra Regional de Teatro foi um marco da retomada das atividades teatrais. “Foi a primeira vez que os artistas estavam de volta às atividades após quase um ano e meio longe dos palcos”, comentou a secretária de Cultura de Toledo, Rosselane Giordani. “Para nós é emocionante ver a participação dos artistas que amam a linguagem teatral e a entrega singular deles ao subirem no palco do Teatro Municipal”. 

Um dos desafios do setor cultural é a formação de plateia e foi o que grupo de teatro Put’s fez ao apresentar a peça Avante, Marujos! para mais de 200 crianças. “A mensagem do espetáculo era sobre o tesouro do conhecimento através da leitura. É importante para que as crianças se familiarizem e reflitam sobre o proposto pela apresentação”. 

A Mostra Regional foi encerrada no último sábado (18) com a apresentação do espetáculo “Hamlet: Cancelado”, um monólogo do ator e diretor paulista, Vinicius Piedade – um dos artistas que mais viaja pelo Brasil e alguns países da Europa com suas peças teatrais.

01   casa de not%c3%adcias 01