Banner 1144x150 px

AGROPECUÁRIA

Toledo lidera o ranking paranaense sobre o Valor Bruto da Produção Agropecuária

Um acréscimo de 30% em relação ao ano anterior
23/09/2021 - 18:15
Por Assessoria


A previsão divulgada pela Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento (Seab), em julho, se confirmou. Pelo 8º consecutivo, Toledo lidera o ranking paranaense sobre o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) referente à safra 2019/2020. No período, o faturamento total das propriedades rurais instaladas no município foi de R$ 3,48 bilhões, um crescimento aproximado de R$ 800 mil, um acréscimo de 30% em relação ao ano anterior.
 
Os destaques ficam por conta das cadeias da suinocultura e da avicultura (incluindo produção de ovos), com movimentação, respectivamente, de R$ 1,54 milhões (43% do total do VBP do município) e R$ 720 mil (20%). Principais componentes da ração que alimenta frangos e porcos, os grãos também ocupam papel de destaque, com 580.000 toneladas de milho comercializadas por R$ 240 mil (6,9%) e 281.600 toneladas de soja faturadas por R$ 395 mil (11,2%).
 
O prefeito Beto Lunitti recebeu a notícia com muita alegria e a certeza de que Toledo está no caminho certo. “Hoje é um dia de comemoração e celebração para o agronegócio do Paraná, especialmente o de Toledo. Quero aqui agradecer os nossos produtores, todo este conjunto de tecnologia e saberes que nos levam a este momento tão importante. O governo municipal, por meio da reestruturação administrativa que culminará na criação da Secretaria do Agronegócio, Indústria e Desenvolvimento Econômico, quer seguir desenvolvendo as ações necessárias para que este setor continue colocando nosso município em posição de destaque perante todo o estado”, salienta.
 
Segundo o secretário de Agricultura, Pecuário e Abastecimento, Diego Bonaldo, vários fatores explicam a pujança de Toledo no setor primário. “Esta liderança não é de agora, vem de muito tempo, desde a época da colonização, feita por meio de  pequenas propriedades gerenciadas por quem entende que é preciso diversificar para agregar renda à produção. Esta, por sua vez, é processada em indústrias que exportam cada vez mais proteína animal para os quatro cantos do mundo. Com isso, nossos agricultores conseguem ter uma renda frequente, o que faz girar nossa economia, sobretudo o comércio e o ramo de serviços. É um ciclo virtuoso que gera mais emprego e mais renda para todos que vivem e investem aqui”, salienta. “O governo municipal sempre deu atenção ao agronegócio, investindo em infraestrutura, com cerca de 400 quilômetros de estradas rurais asfaltadas, o que barateia os custos de produção. Temos projetos específicos para várias cadeias, como a bacia leiteira e a agricultura familiar, que será impulsionada com as ações voltadas à segurança alimentar”, detalha.
 
Top 5
Toledo - R$ 3,48 bilhões
Cascavel - R$ 2,27 bilhões
Castro - R$ 2,26 bilhões
Guarapuava - R$ 1,60 bilhão
Marechal Cândido Rondon - R$ 1,47 bilhão


01   casa de not%c3%adcias 01