Banner 1144x150 px

SAÚDE

Aplicativo desenvolvido para facilitar comunicação entre Samu e hospitais será iniciado no HUM

Com isso, vai ser possível localizar em tempo real as ambulâncias que estão em deslocamento para o hospital
02/11/2021 - 09:18


O Siga (Sistema Integrado de Gestão de Ambulâncias), um aplicativo criado com o objetivo de fortalecer o eixo de comunicação e fluxo de informação em tempo real entre hospitais e ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), será testado inicialmente na sala de emergência do Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM). 

Além da conexão em tempo real, o aplicativo propiciará uma resposta intra-hospitalar imediata, norteando os profissionais da sala de emergência, agilizando os procedimentos e a gestão dos leitos. A ideia do produto surgiu das dificuldades percebidas em atender as demandas de emergência do Samu devido a problemas de comunicação. Assim, procura-se trazer benefícios para a organização do recebimento do paciente grave e tornar o atendimento mais eficiente.

O projeto foi desenvolvido pelo graduando em medicina da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Pedro Iora, orientado pelo professor Luciano de Andrade, e em parceria com dois estudantes de ciências da computação da UEM, os irmãos Alisson e Alan Lopes. Também houve a colaboração do enfermeiro intervencionista Luiz Mancini e o médico Marcos Bitencourt do Samu.

“O Siga é bastante simples de usar e é divido em duas partes. Uma interface web voltada para os profissionais que ficam diretamente no hospital, sendo acessível por qualquer computador com Internet; e um aplicativo mobile voltado para os profissionais do atendimento pré-hospitalar”, explica Andrade.

O orientador do projeto também ressalta que com o aplicativo será possível localizar em tempo real as ambulâncias que estão em deslocamento para o hospital, possibilitando preparo total da equipe para recebimento do paciente. “Espera-se implementar a plataforma no serviço do Samu regional Norte Novo e nos hospitais de atendimento da rede de urgência e emergência da região”, afirma.

CHAMU 192
Existe ainda uma extensão da plataforma voltada para o público em geral: o CHAMU 192. Este está sendo desenvolvido pela acadêmica de medicina Julia Gabella também sob orientação do professor Luciano de Andrade em parceria com Fernando Paggi e Sérgio Filho. O aplicativo facilitará a solicitação de atendimento ao Samu com localização em tempo real do solicitante e dados pessoais.

01   casa de not%c3%adcias 01 %281%29