Banner 1144x150 px

SAÚDE

Registro da placenta reforça o vínculo entre mãe e bebê no HGU da Unimed Costa Oeste

A arte é conhecida mundialmente como a Árvore da Vida em alusão ao formato que a placenta fica ao ser pintada com tinta e carimbada em uma folha de papel ou em uma tela
16/11/2021 - 10:12
Por Assessoria


A chegada de um bebê é repleta de emoções e o parto é um dos momentos mais marcantes da jornada. Para eternizá-lo fisicamente, a equipe de enfermagem da maternidade do Hospital Geral Unimed, da Unimed Costa Oeste, em Toledo, presenteia os pais com uma lembrança: o registro ilustrativo da placenta.
A arte é conhecida mundialmente como a Árvore da Vida em alusão ao formato que a placenta fica ao ser pintada com tinta e carimbada em uma folha de papel ou em uma tela. “Esse órgão tem vasos sanguíneos no disco placentário parecidos com galhos ramificados e o cordão umbilical é semelhante ao tronco”, descreve a coordenadora do setor de Maternidade do HGU, Bruna Feitosa. Ela explica que a placenta possui importantes funções quando a criança se encontra em fase uterina, responsável pela nutrição e pelo crescimento do bebê. “Ela começa a se desenvolver nos primeiros dias da gravidez e se desprende minutos após o nascimento do bebê. Mas mais do que essa função vital, a placenta é a maior ligação entre a mãe e o bebê dentro do útero”, complementa.
 
Com amor e carinho

Em meio aos itens de enfermagem estão suportes com tintas coloridas, canetinhas, glitter, cola e adesivos. Materiais também necessários para que a equipe da maternidade do HGU possa deixar ainda mais linda a Árvore da Vida. “Ao pintar a placenta, carimbar ela no papel, usar elementos para decorá-la e escrever uma mensagem, expressamos nossa alegria e emoção de ter participado da vinda desse bebê”, descreve a enfermeira obstetra Barbara Schiapati, ao decorar a placenta que trouxe o pequeno Heitor. E a natureza é caprichosa em todos os detalhes: o nó do cordão umbilical, no carimbo, ficou no formato de um coração. “Essa arte é repleta de significados e uma delas é o amor envolvido nessa nova vida”, sinaliza.
Além da mensagem, as enfermeiras registram dados como a altura, peso e o dia em que o bebê nasceu.
 
Humanização e estrutura

O carimbo da placenta faz parte do conjunto de ações do HGU para oportunizar às mães a melhor experiência no nascimento de seus filhos. A infraestrutura moderna e equipada, aliada à equipe multidisciplinar capacitada para agir diante de qualquer intercorrência é referência em toda a região. O Hospital possui um quarto exclusivo para a realização de parto humanizado, com equipamentos que trazem conforto, privacidade e segurança à mamãe e ao bebê. “O conceito de parto humanizado abrange diversas etapas e nós estamos evoluindo dia a dia para aplicá-lo integralmente aos nossos pacientes, com equipe multidisciplinar disponível 24 horas”, ressalta Bruna.
“Tudo é planejado com muito carinho, desde o preparo e limpeza dos quartos, passando pelo acolhimento para os pais até toda a estrutura técnica e profissional. O nascimento é um momento ímpar na vida e queremos que os beneficiários tenham boas lembranças e que estejam 100% satisfeitos com os serviços prestados”, reforça Mateus Girardo da Rocha, gerente de Enfermagem do HGU.

 


01   casa de not%c3%adcias 01 %281%29