Casa

ECONOMIA

Preço da carne aumentou mais de 80% desde 2019

Durante a gestão de Paulo Guedes, a alta do produto é quatro vezes maior do que a própria inflação do país
29/12/2021 - 12:01
Por Por Tv Cultura


Quando Jair Bolsonaro (PL) assumiu a Presidência da República e deu a Paulo Guedes o comando do Ministério da Economia, em janeiro de 2019, as carnes de primeira e segunda custavam pouco mais da metade de seu valor atual.

Segundo um levantamento do Procon-SP, o quilo de um corte nobre da carne bovina chegou a custar, em média, R$ 44,45 em novembro de 2021. Há quase três anos, esse número era de R$ 24,19. Ou seja, desde o início da gestão Bolsonaro, houve um aumento superior a 80%.

Já a inflação, obtida através do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), ficou em 19,29% nesse mesmo período, de acordo com o Banco Central.

Logo, é possível afirmar que a carne vermelha sofreu um aumento quatro vezes maior do que a própria inflação do país durante o Governo Bolsonaro e a gestão Guedes frente à economia do país.