01   casa de not%c3%adcias 02 %281%29

TOLEDO

Volta às aulas na Rede Municipal de Ensino de Toledo será em 7 de fevereiro

Retorno se dará de forma 100% presencial. Pais, alunos, professores e demais membros das equipes deverão seguir os protocolos de segurança que já fazem parte da rotina das instituições. 
25/01/2022 - 08:14
Por Prefeitura de Toledo


As férias estão acabando e logo os 14.363 alunos matriculados na rede municipal de ensino de Toledo poderão rever os coleguinhas e professores. A Secretaria da Educação (Smed) definiu 7 de fevereiro como a data do início do ano letivo de 2022 nas 36 escolas e nos 28 centros de educação infantil (Cmeis).

Antes disso, o quadro administrativo e a direção dos estabelecimentos retornam ao trabalho nesta quarta-feira (26) e as equipes pedagógicas na próxima segunda-feira (31). “Neste dia e no seguinte, 1º de fevereiro, os professores realizarão atividades de planejamento e estudo para o início do ano letivo. De 2 a 4 de fevereiro haverá uma formação continuada para esses profissionais”, explica a secretária da Educação, Elisângela Batista.

De acordo com a secretária, este retorno se dará de forma 100% presencial. “Para essa volta às aulas, pais, alunos, professores e demais membros das equipes deverão seguir os protocolos de segurança que já fazem parte da rotina das instituições de ensino desde o ano passado. Todos devem usar máscara, fazer uso correto de álcool em gel e manter um distanciamento entre os alunos”, destaca.

A respeito da vacinação contra a Covid-19 de alunos com idade entre 5 e 11 anos, Elisângela salienta que esta ainda não será obrigatória para o ingresso e permanência deles em escolas e Cmeis de Toledo. “Neste momento, os pais têm autonomia para decidir se vão imunizar ou não seus filhos contra esta doença. Como ainda não existe orientação do Ministério da Saúde de incluir este imunizante no Calendário Nacional de Vacinação, não podemos exigir alguma comprovação neste sentido para matricular essas crianças”, explica. “Assim mesmo, enfatizamos a importância da vacinação e pedimos aos pais para que imunizem seus filhos quando for o momento certo, ainda mais num cenário de aumento de casos. Os adolescentes, adultos e idosos que foram vacinados estão tendo sintomas leves ao serem infectados e é importante que nossas crianças também estejam protegidas do novo coronavírus”, salienta.
Unioeste 1144x250px