Casa

CULTURA

Teatro Guaíra reduz valor de aluguel de eventos culturais para auxiliar retomada do setor

Redução é de 50% e taxa de locação 5%. A nova tarifa foi estabelecida sob orientação do Governo do Estado e tem o objetivo de auxiliar a retomada cultural e a economia criativa do setor
17/03/2022 - 17:09
Por AEN


O Teatro Guaíra estabeleceu nesta quinta-feira (17) uma redução de 50% na taxa cobrada de produtores culturais para a locação dos auditórios da instituição. A nova tarifa para o Guairão, Guairinha, Miniauditório e Teatro José Maria Santos será de 5% da arrecadação da bilheteria.

Também foram estabelecidos tetos de cobrança. No Miniauditório, por exemplo, o valor máximo cobrado será R$ 450. A nova tarifa foi estabelecida sob orientação do Governo do Estado e tem o objetivo de auxiliar a retomada cultural e a economia criativa do setor.

O diretor-presidente do Teatro Guaíra, Cleverson Cavalheiro, explica que a redução é mais uma medida de apoio aos produtores. “Sabemos que a classe artística foi a primeira a parar e a última a voltar. A pandemia impactou toda a cadeia de produção cultural do Estado, por isso essa medida de redução se soma a outras que a Superintendência de Cultura já implementou. A nossa meta é ver o Guaíra ocupado em 100% do tempo e com a casa lotada”, afirma.

“Já estamos sentindo nas plateias que este é um momento especial, de retomada. Por isso, essa iniciativa tem como objetivo fomentar ainda mais a programação dos nossos auditórios, tão conhecidos e amados pelo público”, acrescenta Luciana Casagrande Pereira, superintendente-geral da Cultura.

Quem deseja locar os auditórios do Teatro Guaíra deve enviar uma solicitação à direção com as seguintes informações: possíveis datas, ficha técnica e sinopse. Companhias de teatro paranaenses têm condições diferenciadas, como redução da taxa de locação do Guairão e Guairinha.

TEATRO GUAÍRA – Com projeto arquitetônico de Rubens Meister, o edifício do Teatro Guaíra abriga três auditórios: Bento Munhoz da Rocha Netto (2088 lugares), Salvador de Ferrante (472 lugares) e Glauco Flores de Sá Brito (98 lugares). Além disso, também faz parte do CCTG o Teatro Zé Maria (167 lugares), carinhosamente conhecido como o teatro da classe, localizado no bairro São Francisco.

Anualmente, cerca de 350 mil espectadores frequentam o Teatro Guaíra, que é o espaço cultural mais conhecido do estado segundo o Datafolha.