01   casa de not%c3%adcias 02 %282%29

TECNOLOGIA

PTI apresenta possibilidades de atualização tecnológica para o setor elétrico brasileiro

Soluções foram divulgadas no Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica – SNPTEE, maior evento de energia elétrica do Brasil
16/05/2022 - 12:19
Por Assessoria


Durante esta semana, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) estará imerso na temática de Energias, que é uma de suas linhas de atuação. A Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT) leva ao XXVI Seminário Nacional de Produção e Transmissão de Energia Elétrica – SNPTEE, soluções em sistemas, produtos e serviços técnicos que visam atender demandas do setor elétrico. Esta edição do evento está sendo considerada histórica pela grande quantidade de estudos técnicos submetidos, número de participações e patrocinadores.

O evento promovido pelo Comitê Nacional Brasileiro de Produção e Transmissão de Energia Elétrica – CIGRE-Brasil, acontece na cidade do Rio de Janeiro, entre 15 e 18 de maio, e é o maior evento técnico do setor elétrico brasileiro. O conselho diretor do PTI marca presença no SNPTEE com o diretor superintendente, general Eduardo Garrido; diretor técnico, Rafael Deitos; e o diretor de negócios e inovação, Rodrigo Regis.

Durante a solenidade de abertura, autoridades lembraram de momentos difíceis para o setor. “Enfrentamos duas crises recentemente, uma crise sanitária sem precedentes, e a pior crise de escassez hídrica dos últimos 91 anos”, comentou o secretário-adjunto de energia elétrica no Ministério de Minas e Energia, Domingos Andreatta, representando o Ministro Adolfo Sachsida. Ainda na cerimônia de abertura do XXVI SNPTEE, a Itaipu Binacional foi citada como exemplo nacional de geração de energia limpa e renovável.

“A geração de energia é o foco da Itaipu Binacional”, afirma o diretor-geral brasileiro da usina, Almirante Anatalício Risden. “Para produzir mais, temos que nos atualizar sempre. Para tanto, temos que buscar novas tecnologias, e o braço que conduz isso é o PTI, que já vem fazendo estudos e prospecções na área constantemente”. Risden frisa ainda que são a partir de estudos e pesquisas realizadas em instituições como Parque Tecnológico Itaipu que o Brasil se consolida com um setor elétrico eficiente. 

Participar do congresso, enquanto Instituição de Ciência e Tecnologia, segundo o diretor superintendente do PTI-BR, general Eduardo Garrido, é abrir novas oportunidades de negócios. “Estamos trazendo as tecnologias que já desenvolvemos, trazendo nossas expertises, principalmente em áreas que interessam a todo o setor elétrico, como a questão de acumuladores de energia, hidrogênio verde, segurança cibernética, entre outros temas. O PTI é capacitado para ser uma ICT para o setor elétrico”. 

ExpoSNPTEE 

O Parque Tecnológico participa da ExpoSNPTEE em dois ambientes: em estande próprio e no estande da Itaipu Binacional. No estande do Parque Tecnológico, será possível encontrar soluções voltadas à gestão territorial como prospecções energéticas, mapeamento geoelétrico, prospecções de microrredes, bem como estruturação de estratégias ESG – do inglês Environmental, Social and Governance – personalizadas para o setor. Além disso, a spinoff do PTI, Lean Automation Smart Systems S.A., também estará presente no espaço expondo soluções especializadas para automação de instalações críticas.

Já no estande da Itaipu, está exposto o SAE, um Sistema de Armazenamento de Energia, com monitoramento remoto e potencial de expansão de potência e capacidade, sendo ideal para diferentes ambientes, contando com sistema Plug & Play. Outro equipamento disponível será o SMRM, que atua com automatização do processo de medição da vibração, temperatura e rotação de motores, contando com algoritmos de cálculo personalizados para o usuário, além de interface gráfica local e sistema web para visualização das informações online. 

Apresentações de artigos técnicos pelo PTI-BR

Durante o evento, o Parque Tecnológico estará apresentando 3 (três) estudos desenvolvidos por seus técnicos. Confira: 
- 18 de maio, às 8h20: Aprimoramento da localização de faltas em linhas de transmissão usando dados de um terminal: uma iniciativa embarcada em dispositivo real. O artigo será apresentado pelo bolsista do PTI, Felipe Vigolvino Lopes.  

- Ainda em 18 de maio, às 10h30: Impacto da modelagem de usinas baseadas em inversores em testes de IEDs de proteção de distância no RTDS, modelo completo ou modelo médio. A apresentação fica a cargo do engenheiro eletricista do PTI, Guilherme Louro Justino.  

- Também neste dia, às 10h30, o engenheiro eletricista Jonas Villela de Souza apresenta estudo sobre: A implantação real de microrrede em sistema de distribuição 34,5 KV: experiência do Projeto Microrrede Colombari.
Sem nome %28550 x 250 px%29
Casa de noticias 550x250