Casa

CIÊNCIA, INOVAÇÃO E TECNOLOGIA

Biopark recebe evento do MCTI que impulsiona ambientes de inovação

A realização é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq)
16/05/2022 - 22:13
Por Assessoria


Para inovar e promover o empreendedorismo de empresas e instituições, nesta quinta-feira (19), o Biopark, em Toledo, no Oeste do Paraná, será palco para o projeto Teias da Inovação, que tem como tema “Ambientes Promotores de Inovação: alavancas para o desenvolvimento regional e nacional”, e retoma os encontros com eventos híbridos – presenciais e on-line. A realização é uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico (CNPq).

Participam do evento pesquisadores, educadores, cientistas, estudantes, empresários, empreendedores, empresas incubadas, startups e governos em nível regional. De acordo com o diretor de Negócios do Biopark, Paulo Almeida, a realização do projeto em Toledo é a confirmação de que o Biopark atende à política estratégica de desenvolvimento do MCTI, do Sistema Regional de Inovação e do Sistema Estadual de Parques Tecnológicos do Paraná (Separtec), “Nós cumprimos isso com alta excelência e a consequência disso é ser sim escolhido pelo próprio Ministério para sediar, para que nesse momento e nesse evento, se trabalhe de alguma forma a discussão de ideias que possam ser causadoras de impacto dentro de cada outro sistema regional; dentro do ambiente de inovação como um todo”, ressalta.

O Biopark faz parte do sistema de inovação mais requisitado do país que é o Sistema Regional de Inovação - SRI Iguassu Valley, que foi reconhecido no Prêmio Nacional de Inovação na modalidade Ecossistema Consolidado, pelo potencial em atrair investidores e negócios inovadores, que aumentam a competitividade nacional.

Com o conceito de ser uma cidade inteligente com 5 milhões de m², o Biopark deve receber 75 mil moradores nos próximos 30 anos e oferecer 30 mil novos postos de trabalho. O Parque Tecnológico visa à geração de educação, pesquisa e negócios principalmente nos segmentos de saúde, agronegócio e tecnologia. “O Biopark está preparado, certificado e hoje condecorado porque o sistema regional no qual nós participamos é o melhor do Brasil. Todos os programas que a gente abre tem taxa máxima de participação”, enfatiza Paulo Almeida.

Está confirmada a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, que ressaltou a importância de promover a aproximação do Ministério com cidades do Brasil que são de médio porte e que têm potencial para serem ecossistemas de inovação, “Vamos aproveitar para divulgar programas e instrumentos de apoio à inovação e ao empreendedorismo inovador. Nosso foco é sempre auxiliar para que esses polos sejam pensados e implementados de forma sustentável”, ressalta.

Um dos temas debatidos no encontro, que tem o apoio do governo do Paraná, vai apresentar o que o estado tem feito para estimular e viabilizar a criação de ecossistemas de inovação e quais os resultados que têm sido obtidos com as ações.

O Biopark concentra cerca de 10% das empresas instaladas nos 68 parques tecnológicos em funcionamento no Brasil. Ao sediar o evento, atende à proposta de ser alavanca de desenvolvimento regional e inovação. “Quando o Ministério utiliza das ferramentas de ação e nos propõe sediar um evento como este, eu entendo que existe claramente uma evidência ao Biopark nesse momento e nesse contexto. Essa evidência vem em virtude de todos os resultados que a gente traz, naquilo tudo que a gente já nos coloca enquanto Parque de acabativa e não de narrativa”, finaliza Almeida.

Toda a programação do encontro pode ser consultada na página do Teias. Para participar é só se inscrever no site https://teiasdainovacaomcti.com.br/. As inscrições são gratuitas. O evento será das 8h às 17h.