1444x150

SOLIDARIEDADE

Imigrantes e refugiados: Embaixada Solidária participa do Dia C de Cooperar em Toledo

Somente no oeste do Paraná são cerca de 142 mil imigrantes e refugiados: 60% deles trabalham em cooperativas regionais
29/06/2022 - 14:21
Por Assessoria


Imigrantes e refugiados: Embaixada Solidária participa do Dia C de Cooperar em Toledo

Somente no oeste do Paraná são cerca de 142 mil imigrantes e refugiados: 60% deles trabalham em cooperativas regionais

O Dia C de Cooperar, celebrado neste ano em 2 de julho – sábado – terá uma edição especial e que marca o retorno das atividades presenciais, após 2 anos de pandemia.
Além das cooperativas que atuam em Toledo e região, a Embaixada Solidária marca presença no encontro que será realizado na quadra de esportes do Parque Ecológico Diva Pain Barth, das 10h às 17h.
Um dos objetivos é o de promover “um abraço de acolhimento e amor na chegada de imigrantes e refugiados ao Brasil”.
Com frequência alvos de xenofobia, os imigrantes – muitos deles em condições de refúgio– enfrentam preconceitos, dificuldades para a inserção à nova adaptação e o reinício de uma vida, sem perder sua essência cultural e étnica. “Nesta semana vimos a enorme tragédia registrada nos Estados Unidos onde dezenas de imigrantes morreram de calor e sede, trancados em um caminhão sem refrigeração ao tentarem entrar ilegalmente naquele país. Quando acolhemos com amor, com respeito e há oportunidades de emprego, de recomeçar em um país, as pessoas não precisam arriscar suas vidas e de seus filhos como nesta triste cena desta semana”, afirma a coordenadora da Embaixada Solidária, a jornalista Edna Nunes.

6 anos e mais de 4,5 mil atendidos
A Embaixada Solidária foi fundada em 2016 e atua no atendimento e acolhida a refugiados recém-chegados em todo o oeste do Paraná – região onde estão 5 das 10 maiores cooperativas agrícolas do País, locais onde 6 em cada 10 destes imigrantes passam a trabalhar. 
A Embaixada desempenha um importante papel e opera como uma ponte nos atendimentos às necessidades básicas como auxílio para moradia, recolocação de trabalho e a oportunidade de recomeço. “É preciso um olhar humanizado e de integração. Em algum momento da nossa história, nossos avós, bisavós, também foram imigrantes e precisaram de auxílio, respeito e oportunidades para este recomeço. É uma questão de humanidade”, segue Edna Nunes.
A Embaixada desenvolve ainda um amplo trabalho de preservação cultural e de direitos humanos, garantindo acesso às políticas públicas e redes de apoio. Em 6 anos, a entidade já atendeu mais de 4,5 mil pessoas, atua com mais de 20 projetos sociais, tudo graças a centenas de voluntários engajados à causa.

Os imigrantes e o importante laço com as cooperativas
Vivem hoje no oeste do Paraná mais de 12 mil imigrantes e refugiados. Somente em Toledo são mais de 3 mil.
Neste ano um dos focos da ação do Dia C de Cooperar está em aspectos ligados à imigração e refugiados, quase 60% são empregados por cooperativas, em uma região que sofre com a falta de profissionais.
O Dia de Cooperar em Toledo conta com a participação da Coarte, Cotroledo, Sicredi Crescol, Unimed, Primato e Sicoob.
Neste ano a coordenação do evento no município é da Uniprime e, espera-se como resultado prático desta ação, o auxílio das cooperativas para a criação e fortalecimento de uma pequena cooperativa de imigrantes e refugiados para fomento à renda solidária.
Neste sábado haverá ainda atendimento jurídico com o curso de Direito da FAG, médico com o ônibus da saúde da FAG e odontológico, além de apresentações culturais e serão colocados à venda produtos advindos do projeto coordenado pela Embaixada denominado de Costura Criativa: Mundo em Retalhos, apoiado pela Itaipu e pela Amare Vitae. “Além da exposição de produtos étnicos, teremos a venda destes produtos confeccionados pelas mulheres refugiadas”, considera Edna Nunes.

Sobre o dia de Cooperar
O Dia de Cooperar surgiu em 2009 em Minas Gerais e em 2015 passou a ser celebrado em todo o país, sob a orientação da OCB (Organização das Cooperativas do Brasil).
No Paraná a realização é da OCepar (Organização das Cooperativas do Paraná).
Em 2022 o Dia C está ancorado em 3 Objetivos do Desenvolvimento do Milênio: erradicação da pobreza; redução das desigualdades; paz, justiça e instituições eficazes.
Em Toledo a programação deste sábado é aberta a toda comunidade, com acesso livre e gratuito.
Sem nome %28550%c2%a0%c3%97%c2%a0250%c2%a0px%29 %281%29
Sem nome %28550 x 250 px%29